Home › Tags › visão

O que é refração? O que é lente?

A refração acontece quando a luz atinge uma superfície e atravessa essa superfície.

Quando usamos óculos a luz atinge a lente dos óculos e passa por ela, chegando até o cristalino, e atravessa o cristalino até chegar à nossa retina. A luz passou de um meio para o outro.

Formação da imagem no olho humano

www.fotoselentes.blogspot.com.br

Veja: a luz refletida por um objeto, uma árvore por exemplo, caminha pelo ar até chegar à lente dos óculos. Ela atravessa a lente dos óculos e caminha mais um pouco pelo ar até atingir o a córnea e o cristalino do olho. Atravessa o cristalino, e o humor vítreo e vai chegar até a retina, onde a imagem é projetada e será interpretada pelo cérebro. (Nós já vimos como se forma a imagem no olho humano… Para relembrar, acesse: http://professorhonda.blog.br/2014/03/07/como-se-forma-a-imagem-no-olho/#more-280 )

A luz refletida pelo objeto atravessou diversos meios até chegar à retina. Cada um desses meios é diferente do outro na sua composição e densidade. Cada um dos meios oferece uma condição diferente para a passagem da luz…

 

Para ilustrar esse fato, vou utilizar aqui um exemplo bem grosseiro, ok? Se nós tivermos um aquário com uma camada de cascalho no fundo, coberto por uma cama de areia, coberta por uma camada de água e introduzirmos um lápis para atravessar todas as camadas… Cada uma das camadas vai oferecer um tipo de resistência à passagem do lápis, não é?

Então, vamos voltar à óptica… A luz, que nada mais é do uma onda eletromagnética, vai atravessar diversos meios diferentes, que irão cada qual à sua maneira, alterar a velocidade com que a onda os atravessa. Essa alteração na velocidade vai causar um desvio na trajetória dessa onda. A direção da luz será alterada… Isso é refração. E é por esse motivo que quando estamos pescando com um arpão nós não podemos lançar o arpão na direção onde vemos o objeto. Como a luz foi desviada, o objeto está, na verdade, numa posição diferente da que enxergamos, como mostra a imagem abaixo.

Refração da luz na atravessando o meio água / ar. A refração aproxima a imagem da superfície da água, mas o objeto permanece no fundo.

Os elementos que compõe os olhos são todos “equilibrados” para fornecer uma visão nítida do objeto que estamos mirando. As curvaturas desses elementos e suas densidades naturalmente se compensam para a formação da imagem na retina, apesar de ser invertida – o que será interpretado pelo cérebro.

Em alguns casos, como já vimos nos textos anteriores, algumas pequenas diferenças podem comprometer a formação da imagem e esses problemas poderão ser compensados utilizando-se lentes corretivas. (ver ametropias).

 

A lente é um novo meio que será introduzido na trajetória da luz e causará refração, alterando sua trajetória e a forma como a luz incide nos nossos olhos, corrigindo distorções causadas por algum tipo de ametropia.

Atenção aqui: o objeto (no nosso exemplo, a árvore) ainda está no mesmo lugar, nossos olhos estão no mesmo lugar. O que está sendo alterado aqui é a trajetória do raio de luz, para que esse novo “desvio” possa compensar o grau de incidência da luz em nossos olhos, certo?

hipermetropia: correção e formação de imagem utilizando lentes positivas

 

O QUE É LENTE?

Lente é um elemento que atua por refração, introduzindo descontinuidades no meio em que a luz se propaga inicialmente, e que reconfigura a distribuição da energia transmitida, independente da frequência da luz, isto é, tanto no ultravioleta como no domínio óptico, infravermelho, micro-ondas, ondas, rádio ou mesmo ondas acústicas. A forma da lente irá depender do tipo de reformatação da onda luminosa que se deseja.

Diversos tipos de lentes. A forma da lente irá depender do tipo de reformatação da onda luminosa que se deseja.

Lentes são feitas de material transparente, com o seu Índice de Refração conhecido, que possui duas superfícies trabalhadas e polidas, com vergência ou Dioptria (“Grau”) e que serve para correção, proteção, segurança, filtrante, estético, etc. Quanto ao seu uso ou mesmo emprego, as lentes podem ser usadas tanto em Óptica Oftálmica, que é o nosso caso, ou em Óptica mecânica ou instrumental.

O que é Nistagmo?

Nistagmo são oscilações rítmicas, repetidas e involuntárias de um ou ambos os olhos conjugadamente, nos sentidos horizontal (de um lado para o outro), vertical (de cima para baixo) ou rotatório (movimentos circulares) que podem dificultar muito a focalização das imagens.

 

Nistagmos. Movimento involuntário dos olhos

Imagem do site bio-neuro-psicologia.usuarios.rdc.puc-rio.br

Dependendo da causa, esses movimentos podem ser em um ou nos dois olhos. O termo “olhos dançantes” tem sido usado para descrever o nistagmo.

O movimento involuntário dos olhos do nistagmo é causado por funcionamento anormal nas áreas do cérebro que controlam tal movimento. A parte do ouvido interno que sente movimento e posição (o labirinto) ajuda a controlar o movimento dos olhos.

Há duas formas de nistagmo:

  • A síndrome de nistagmo infantil (INS) está presente no nascimento.
  • O nistagmo adquirido se desenvolve posteriormente devido a uma doença ou lesão.

Sabe aquele exame que o oftalmologista faz, pedindo para a gente deixar a cabeça em uma posição fixa e seguir o movimento de um objeto somente com olhos? Esse é o exame utilizado em consultório para verificar se o paciente tem ou não nistagmo.

 

Não há tratamento possível para a maioria dos casos de nistagmos congênitos, mas muito pode ser feito para melhorar a visão de quem tem esse problema. O tratamento para o nistagmo adquirido dependerá da sua causa.

O vídeo abaixo traz alguns exemplos do movimento rítmico e involuntário do nistagmo.

 

O que é Daltonismo?

Daltonismo é a incapacidade de ver certas cores da forma normal.

 

Daltonismo. Imagem mostrando cones e bastonetes

 

O daltonismo ocorre quando há um problema com os grânulos de detecção de cor (pigmentos) em algumas células nervosas do olho. Estas células são denominadas cones. Elas são encontradas na retina, a camada sensível à luz de tecido que reveste a parte de trás do olho.

São conhecidos 3 tipos de daltonismo

  • Quando a pessoa não distingue a cor púrpura da cor vermelha
  • Quando a pessoa vê o vermelho como se fosse verde
  • Quando a pessoa não distingue o verde do vermelho, vendo as duas cores como marrom
Daltonismo. Diferença da visão normal para o daltonismo

Imagem do site feministasbemresolvidas.blogspot.com

 

A maior parte dos casos de daltonismo se deve a um problema genético. Cerca de 1 em cada 10 homens tem algum tipo de daltonismo. Muito poucas mulheres são daltônicas.

 

O seu médico ou oftalmologista pode verificar a sua visão de cores de várias maneiras. O teste para daltonismo é comumente feito num exame de olhos.

 

Mas vamos fazer uma brincadeirinha aqui: Olhe a figura abaixo. Se você consegue enxergar o Papai Noel você não é daltônico.

Imagem para teste de daltonismo

 

O daltonismo não tem cura, mas suas consequências podem ser minimizadas. A diminuição da luminosidade que atinge os olhos pode auxiliar no controle das manifestações clínicas. O paciente com daltonismo não deve escolher atividades profissionais que requeiram uma visão íntegra.

O que é Glaucoma?

Glaucoma é uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intraocular que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual.

Glaucoma - elevação da pressão intra ocular

Imagem do site minhavida.com.br

 

A parte frontal do olho é preenchida por um fluido claro chamado de humor aquoso. Esse fluido é constantemente produzido na parte posterior do olho. Ele deixa o olho através de canais na parte frontal do olho em uma área chamada de cavidade anterior, ou simplesmente de ângulo.

Qualquer coisa que diminua ou bloqueie o fluxo desse fluido para fora do olho provoca o aumento da pressão ocular. Essa pressão é denominada pressão intraocular. Na maioria dos casos de glaucoma, essa pressão está elevada e provoca danos no nervo principal no olho, o nervo óptico.

Se o glaucoma não for tratado adequadamente, pode levar à cegueira.

Por isso, consulte regularmente um oftalmologista, principamente a partir dos 40 anos. O diagn[ostico precoce é a melhor forma de controlar a doença.

O vídeo abaixo ilustra muito bem o que é o glaucoma.

O que é Ceratocone?

ceratocone é um problema que ocorre diretamente na córnea.

 

Comparação entre córnea com ceratocone e córnea normal

 

No ceratocone, as curvas da córnea começam a se acentuar formando uma ponta como um cone, daí o nome. Nesses casos o acompanhamento médico é fundamental. Em casos de ceratocone o profissional de Contatologia (lentes de contato) tem um papel fundamental, pois certos graus de ceratocone só podem ser corrigidos com lentes de contato. A lente de contato “ajuda” a evitar o avanço do cone, se por acaso for feito um óculos, a córnea continuará livre e poderá acelerar o avanço do cone. O diagnóstico bem como as orientações para o uso de lentes de contato ou óculos deve ser feita por um profissional especializado